IDRO

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E HPP

Após o novo boom da regulação energética, no mês passado saiu uma nova publicação no BOE que falava, entre outras coisas, das medidas que devem ser tomadas a partir de agora em todas as áreas (transportes, economia empresarial, bolsas e auxílios, etc.) melhorar o uso de energia em nosso país e assim evitar, na medida do possível, o impacto econômico e ambiental que um uso excessivo e desnecessário de recursos energéticos possa ter.

Com esta nova publicação, foi decretado no artigo 29.º do Capítulo I do Título V: Medidas de poupança, eficiência energética e redução da dependência energética do gás natural; as seguintes premissas:

“A temperatura do ar nas salas habitáveis ​​​​condicionadas indicadas na seção 2 do I.T. 3.8.1 do Regulamento de Instalações Térmicas em Edifícios (RITE), aprovado pelo Real Decreto 1027/2007, de 20 de julho, será limitado aos seguintes valores:

  1. A temperatura do ar nas salas aquecidas não deve ultrapassar 19ºC.
  2. A temperatura do ar nas salas refrigeradas não será inferior a 27 ºC.
  3. As condições de temperatura acima referem-se à manutenção de uma umidade relativa entre 30% e 70%.

As limitações acima serão aplicadas exclusivamente durante o uso, operação e manutenção da instalação térmica, por motivos de economia de energia, independentemente das condições de projeto interno estabelecidas no I.T. 1.1.4.1.2 do referido Regulamento ou nos regulamentos que fossem aplicáveis ​​no momento da conceção da instalação térmica.”

Uma vez que os supermercados são definidos como “estabelecimentos comerciais” de acordo com o Regulamento de Instalações Térmicas em Edifícios (RITE), eles também devem cumprir com esses regulamentos de limitação de temperatura.

¿Como a alta pressão pode nos ajudar nesse sentido?

Em produtos cárneos curados, as altas pressões têm diferentes aplicações, como segurança alimentar, Listeria 0, aumento da vida útil e armazenamento não refrigerado dos produtos.

Com o aumento das temperaturas no verão aliado a esta nova lei, o choque térmico que os produtos podem sofrer por estarem em câmara frigorífica a 2-4ºC ou no máximo 10ºC em alguns casos, é mais indesejável do ponto de vista da segurança alimentar do que se fosse mantido sempre à temperatura do estabelecimento (a partir de agora, >27ºC).

Com o tratamento HPP, é possível prolongar uma linguiça curada por até 6-8 meses sem a necessidade de armazená-la em refrigeração, assim o custo de energia é bastante reduzido, assim como a concorrência pelas prateleiras frias dos supermercados/pontos de venda.

Se pretende trabalhar em segurança, ou para mais informações sobre alta pressão, consulte os nossos especialistas pelo telefone 962978779 ou pelo e-mail Calidad-tecnologia@idro.es

Bibliografía:

Ahorro de energía | El Gobierno limita el aire acondicionado de empresas, comercios y transportes a 27 grados y la calefacción a 19 (eldia.es)

Jefatura del Estado. “BOE” núm. 184, de 02 de agosto de 2022. Real Decreto-ley 14/2022, de 1 de agosto, de medidas de sostenibilidad económica en el ámbito del transporte, en materia de becas y ayudas al estudio, así como de medidas de ahorro, eficiencia energética y de reducción de la dependencia energética del gas natural.

Ministerio de la Presidencia. “BOE” núm. 207, de 29 de agosto de 2007. Real Decreto 1027/2007, de 20 de julio, por el que se aprueba el Reglamento de Instalaciones Térmicas en los Edificios.

Call Now Button